12 de janeiro de 2022

Troquei a prima pela tia sem querer

Por rick086

Acordei todo melado e de pau duro. Aquele dia prometia. Não lembrava totalmente do sonho erótico que tive, mas deve ter sido emocionante sentir uma prima minha muito desejada me chupando o pau, enquanto eu alisava seus lindos cabelos ruivos. Eu era tarado por essa prima, linda, corpo perfeito, rostinho de anjo, cabelos esvoaçantes, e nesse sonho, me chupava deliciosamente. Nem sei porque acordei, mas a empregada, dona Arminda, uma mulata de seus 50 anos, nossa empregada desde sempre, e que me iniciou nas delícias do sexo, estava no quarto e ao abrir as cortinas, me olhava com ar de sacana, e me mandava sair da cama, pois já eram 10 horas e meus pais já estavam quase prontos para sair para o casamento de minha prima, da qual eu era secretamente apaixonado. Ele is se casar neste sábado, em um sítio cinematográfico. Aos 24 anos estava no apogeu da beleza. Era 7 anos mais velha que eu, mas ela era a musa de minhas primeiras punhetas. Dona Arminda foi que me acalmou, me descabaçando, mas isso é uma outra história.

Tomei um banho me arrumei e fui ao encontro de meus pais, que já me esperavam no carro. Minha mãe falou que eu estava um gato. Com 1,75 m, meio gordinho, mas muito charmoso, saímos em direção ao sito, que ficava a mais ou menos meia hora de viagem, em Santa Isabel. Ao chegar no portão principal, cruzamos com o carro de minha tia, a mãe da noiva, casada com o irmão da minha mãe, que estava desesperada, dizendo que tinha que voltar a São Paulo para buscar as alianças, que tinham ficado em sua casa. Quando nos viu, pediu para eu a acompanhasse, pois estava nervosa e uma companhia amiga poderia acalmá-la. Pulei de um carro para outro e fizemos o caminho de volta.

Minha tia era também muito bonita. Estava com 47 anos e sua filha era muito parecida com ela, tipa “eu sou você amanhã”. No caminho, ela tinha naturalmente subido seu vestido longo, para ter mais mobilidade ao dirigir, e suas coxas brancas ficaram a mostra. Eu não conseguia tirar os olhos e ela, percebendo, começou a fazer perguntas sobre namoradas e minha vida amorosa. Eu respondia monossilábico e não tirava os olhos de suas pernas. Em dado momento, ela colocou a mão direita em minha perna e deu um apertão. Meus músculos estavam tensos, e ela disse: – Nossa, que pernas musculosas. Eu mudo. Nunca tinha olhado minha tia com outros olhos, mas naquele momento, meu pau estufou a minha calça e ela percebeu. Subiu com a mão e deu um apertão. Eu mudo. – Você é tímido, meu

sobrinho? Eu mudo. Ela tirou a mão e prestou mais atenção ao transito da Marginal. Chegamos na casa dela, vazia, pois todos estavam no sítio. Ela mandou eu entrar com ela e esperar na sala. Ela subiu, pegou as alianças e na volta falou apenas que tínhamos 10 minutos de “concentração” e veio pra cima me beijando e abrindo minhas calças. Vem meu filho, relaxa a titia, que está muito nervosa… pegou meu pau, deu uns dois minutos de banho de língua, se virou e disse: – Come a titia, come…… Come rápido!!!! Eu mudo. Arrumei o pau na entrada daquela xota ruiva e meti. Que delícia…. Só escutava: vaaaaai filhinho gostooooso, mete …soca essa rola na tia, soca, vaaai mete que eu vou gozar…..meeeeteeee, vaaaai tesão….como é gostoso meu sobrinho…….não para agooooraaaaa…. to

gozandooooooo….. Ela arfava e suava. Eu mudo. Guardei o pau melado e ela se recompôs como se nada tivesse acontecido. Entramos no carro e ela voou pela Dutra e chegamos a tempo. No caminho ela apenas falou se eu não gostaria de ficar no sítio depois da festa, para aproveitar a piscina com onda no dia seguinte. Eu apenas balancei a cabeça, aceitando. Minha prima casou, a festa foi até muito tarde, mas foram muito poucas as pessoas que ficaram para dormir. Minha prima foi embora com o marido para o aeroporto, pois viajaria naquela noite mesmo. Os que ficaram foram se acomodando em algum dos vários quartos do sítio. Minha tia me colocou em um quarto especial só para mim, e me falou apenas para não dormir e esperá-la. Mas isso é assunto para o próximo capítulo. Eu conto se vocês se interessarem na continuação de “minha tia, nova paixão”, quando eu comecei a falar…… Só que comeu uma tia sabe o que estou sentindo agora.