13 de novembro de 2021

Punheta no onibus

Por rick086

Sempre gostei de aprontar nos coletivos por ai, mas agora eu tenho que pegar sempre o mesmo então nao da pra abusar. Na ultima sexta eu tava com um tesão danado quando saí do serviço, tratei logo de colocar o pau pra fora da cueca e minhas calças sempre tem um dos bolsos cortados pra facilitar o acesso. Enquanto esperava o onibus eu batia uma discretamente e sempre que vinha alguma mulher na minha direção tirava a mão e arrumava o bolso deixando bem visivel a cabeça do meu pau. Algumas passaram e nem perceberam, mas uma coroa loira muito gostosa viu diminuiu o passo passou bem devagar e olhando fixamente. Ela parecia não acreditar no que via. Ela passou e eu fiquei imaginando como me mostrar de novo, mas o onibus passou rápido, eu subi e já fui direto pro

fundo, bem no canto, coloquei a mochila no colo e ja fui tirando o pinto. Tava razoavelmente cheio e eu comecei bem discreto. Quase na metade do caminho, no ponto de um mercado ficou quase vazio, entao eu coloquei a mochila de lado e comecei a bater uma mais a vontade. No ponto seguinte subiram duas moças do tipo cheinhas atraentes, mas como o busão tava vazio imaginei que elas se sentariam na frente e continuei.
Só que elas começaram a caminhar pro fundo eu parei e coloquei a mochila por cima sem guardar meu pau. Elas sentaram e começaram a conversar e eu voltei pra minha punheta agora embaixo da mochila de novo. Elas tinham deixado uma poltrona de espaço pra que eu estava e a moça

do meu lado percebeu o movimento do meu braço, mas eu continuei bem devagar, ela ficou olhando e cutucou a amiga. As duas ficaram olhando e continuavam a conversar, eu queria levantar a mochila mas fiquei com medo da reação delas e já tava chegando meu ponto. Eu acelerei um pouco mas ainda embaixo da mochila. Elas conversavam mas olhavam pra mim quase o tempo todo. Tava quase gozando, mas dois pontos antes do meu coloquei as duas mãos embaixo da mochila, demonstrando que tava guardando o pau e fechando o zíper, ajeitei pra ficar bem

volumoso, levantei e parei atras da poltrona da frente com o pau duro bem pertinho da primeira garota e fiz uma cera danada pra pegar a mochila. Elas pararam de falar e pareciam não acreditar na situação, eu tava a menos de 20 cm do rosto da primeira garota. Dei o sinal, passei quase encostando nela e coloquei a mochila na frente pre ninguem mais ver. Elas foram pro banco da janela do lado que eu ia descer, ficaram me olhando e eu apertando o pau por cima da calça. Em casa fui direto pro banheiro terminar minha punheta.
Depois volto pra contar mais.